Built with Berta.me

  1. Uma mão que arranca uma frase de dentro

    Trabalhar em dança, por vezes, implica o estudo do silenciar das práticas de gestos para reviver modos de estar no mundo. Para tornar visível estes gestos, é necessário voltar a exteriorizar processos de interiorização. Neste ténue processo de por cá para fora o que está lá dentro, há todo um mundo que se vai actualizando e implodindo como cenário à afirmação: Não mais do que isto.

     

    Conceito & Coreografia Jorge Gonçalves

    Performance Afonso Cunha, Ana Filipa Sousa, Ana Francisca Vieira, Ana Rita Silva, Andreia Alpuim, Ândria Gonçalves, Bárbara Sequeira, Beatriz Machado, Beatriz Martins, Bruno Santos, Catarina Teixeira, Filipa Duarte, Gabriela Barros, José Meireles, Katycilanne Reis, Luana Andrade, Márcio Duarte, Maria Inês Portela, Paulo Faria, Raquel Santos, Renata Calado, Rui Machado e Sara Barbosa

    Assistência Técnica Matu

    Produção balleteatro

    Produção Executiva Tiago oliveira

     

    Première 31 Maio & 1 Junho 2014, Fundação de Serralves, Porto